Gostarias de apimentar a tua relação e dar-lhe de novo o brilho? Pode ficar muito quente com alguns truques dos videos porno. Truque #1: usa champanhe e cerveja! Bem, mesmo coca-cola funciona. Antes do sexo oral, toma um pouco da tua bebida preferida gasificada e mantêm-na dentro da tua boca. As bolhas podem dar cocegas e o teu parceiro vai ficar mesmo excitado. Truque #2: usa um vibrador para estimular. Nos videos porno os vibradores são usados como um brinquedo para a masturbação e também como um brinquedo para os casais. Mas as mulheres usam-no em casa maioritariamente por si mesmas. Faz uma menagem-à-tróis: tu, ela e o vibrador! Usa o vibrador para a excitar. As vibrações dentro dela vão excitar-te também. Truque #3: nos videos p***o o sexo começa como uma surpresa. A mulher está a tomar banho ou está a fazer coisas diárias como cozinhar, um gajo entra e apalpa o rabo dela ou os peitos. Faz isso frequentemente porque as mulheres gostam de ser surpreendidas desta maneira. Não tens de trazer flores e dizer-lhe quão bonita ela é – toca-a simplesmente. Truque #4: não faças sexo apenas na cama, apenas à noite. Os videos porno podem dar-te muitas ideias. Podes fazê-lo de manhã, no escritório, durante o período de almoço, no teu carro, no chão da cozinha… Uma cama pode ser chata e fazer sexo à noite significa mau sexo, porque estás cansado. Segue os videos porno e faz isso em qualquer lado a qualquer hora! Truque #5: começar e acabar na mesma posição? É melhor mudares algumas vezes, tal como nos videos porno. A tua posição preferida não é sempre aquela que te fará sentir melhor para ti ou para a tua parceira.

De cada vez que vejo p***ografia, fico com esta voz na minha cabeça que me diz para fazer coisas estranhas. Coisas que eu normalmente não faria. Mas isso não me impede de ver p***ografia. Simplesmente tenho de ver mesmo, que eu tente lutar contra esta necessidade, não consigo. Por isso encontro o ditador quase todos os dias e ele força-me a fazer coisas estranhas. Ele ordena-me a tocar-me com dedos molhados, tal como as raparigas na pornografia e depois ponho os dedos na minha cona molhada, depois as ordens ficam mais exigentes e eu simplesmente tenho de as seguir. É o tipo de voz que tens de obedecer. Uma vez vi um filme p***ográfico onde um gajo estava a cuspir na cona da mulher para ela ficar sempre molhada e a voz disse-me para ir buscar um copo de leite. Depois tive de me deitar no sofá com as minhas pernas abertas e devagar derrame leite na minha vagina e pus-o la dentro com os meus dedos. No meu aniversario ele disse-me para pôr bolo no meu cu e eu enfiei algum creme de morango. Tudo estava bem, mas o meu colega de trabalho veio cá e a voz disse-me que eu tinha de oferecer-lhe bolo. Eu obedeci. O filme pornográfico ainda estava a dar por isso ela viu logo o que se estava a passar e há algum tempo que ele me queria fuder, de qualquer maneira, fomos para o chão da sala. Ele viu que eu estava a ver o filme p***ográfico enquanto ele me tocava (eu estava a receber ordens) e ele notou que a cena com sexo anal é o que eu realmente gosto, sim ele fudeu-me o cu. O ditador disse que não. Ele devia pôr mais bolo no meu cu e depois fuder-me. Disse-lhe o que fazer e pensei que ele deveria achar bizarro, mas ele realmente estava a gostar. Ele pegou num bocado de bolo e enfiou-o no meu cu, pedaço por pedaço e depois ele pôs a piça dele dentro. Ele agarrou no meu cabelo, deu uma chapada na minha nádega e chamou-me a puta dele pessoa e fudeu-me tão forte que até doeu. A voz disse que sou uma boa menina e que precisava de pôr a piça dela na minha boca para eu saborear o bolo à medida que ele se vem. Assim o fiz e ele veio-se. Engoli e ele sorriu e disse-me que eu era a melhor foda que ele alguma vez teve e não queria ir embora. Ele disse que ia ficar toda a noite, porque ele queria provar champanhe a sair do meu cu e queria pôr toda a mão dele na minha vagina e queria que eu estivesse em cima dele e mijasse nele enquanto o fazíamos. A voz na minha cabeça disse-me o que dizer. Eu disse que queria que ele pusesse o cinto dele à volta do meu pescoço e depois eu mijaria nele.

Vim de férias nas férias e os meus pais não estavam lá porque tinham compras para fazer. Pensei que ia encontrar a minha irmã a decorar a árvore de Natal ou algo do género, mas ela e a amiga dela Dana, uma miúda realmente jeitosa, estavam no sofá a ver filmes brasileiro. Elas não me ouviram a entrar (imaginem se fossem os meus pais), portanto elas viram uma grande foda e estavam a tocar-se uma à outra. Eu fiquei surpreendido – Eu não sabia que as raparigas viam filmes brasileiro com as amigas. Eu fiquei muito silencioso e escondi-me. A minha irmã estava a acariciar os peitos da Dana e a Dana tinha uma mão nas calças dela e esta a tocar-se a ela própria. Ela queria pôr a mão dela nas calças da minha irmã, mas ela não queria. “Estou muito excitada e quero pôr-te excitada também” disse a Dana, Eu não consegui aguentar aquilo. Peguei no comando e tirei o filme pornográfico. “O que achas que estás a fazer” disse para a minha irmã. Ela estava perplexa, depois correu para o quarto dela – chocada e com medo. A Dana ficou cá em baixo. “Então, gostaste do filme?” disse ela. Ela obviamente sabia que eu vi. Eu disse que os filmes brasileiro sempre me excitavam. Peguei na mão dela e pus-a na minha pica e beijei-a e depois meti a mão nas calças dela e vi que ela estava toda molhada. Deitei-a no chão e demos uma rapidinha mesmo a tempo – ouvi o carro do meu pai em frente à casa. Vestimo-nos rapidamente e ela disse que eu a podia ir visitar mais tarde, porque ela estaria em casa sozinha. “Podemos ver mais alguns filmes brasileiro” ela riu-se, “mas não digas à tua irmã que eu te fudi. Ela pensa que eu sou virgem como ela.”